Atendimento telefônico: (81) 3366.2418/ (81) 3366.2434 (de segunda a sexta, das 8h às 16h).
Atendimento pelo whatsapp: (81) 33662414 (de segunda a sexta, das 8h às 16h).
Correio eletrônico: centralderelacionamento@compesaprev.com.br.

Atendimento Posto Compesa Cruz Cabugá: (81) 3412-9035.
Horário de atendimento: segunda a sexta das 08h às 13h e das 14h às 16h.

Indicação de Urgência / Emergência Rede Credenciada:(81) 9.9293.0686 / (81) 9.9725.0600 (Números disponíveis de segunda à sexta, fora do horário de atendimento. Nos sábados, domingos e feriados 24 horas.).

Atendimento telefônico: (81) 3366.2418/ (81) 3366.2434 (de segunda a sexta, das 8h às 16h).
Atendimento pelo whatsapp: (81) 33662414 (de segunda a sexta, das 8h às 16h).
Correio eletrônico: centralderelacionamento@compesaprev.com.br.

Atendimento Posto Compesa Cruz Cabugá: (81) 3412-9035.
Horário de atendimento: segunda a sexta das 08h às 13h e das 14h às 16h.

Indicação de Urgência / Emergência Rede Credenciada:(81) 9.9293.0686 / (81) 9.9725.0600 (Números disponíveis de segunda à sexta, fora do horário de atendimento. Nos sábados, domingos e feriados 24 horas.).

Pode Perguntar: Devo continuar a contribuir com o INSS para obter aposentadoria maior?

Especialista Gustavo Paviotti tira dúvidas de telespectadores do quadro nesta quarta-feira (23).

O quadro Pode Perguntar desta quarta-feira (23) fala sobre a continuidade da contribuição ao INSS diante de mudanças nas regras de transição e para os casos de pessoas que estão desempregadas. O advogado Gustavo Paviotti, especialista em previdência, esclarece pontos sobre o assunto.

Veja as perguntas e respostas:

1- Diante de mudanças nas regras de transição, a representante comercial Cláudia da Silva Soares quer saber se deve continuar a contribuir com o INSS para conseguir uma aposentadoria maior do que um salário mínimo. No ano passado, ela chegou a ficar desempregada, mas continuou a contribuir.

Gustavo Paviotti: No caso dela, é muito importante pensar que tem que aplicar a regra de transição verificando a idade dela e a contribuição. Como ela voltou a trabalhar, o próprio empregador dela já está recolhendo o INSS para ela todo mês. Se ela continuar trabalhando com outra função de forma autônoma, ela pode continuar contribuindo como contribuinte individual. Lembrando que a soma do valor que ela contribuir com a soma do valor recolhido pelo empregador não pode ser maior que o teto. Isso não vai interferir lá na frente. Se ela recolher equivocadamente mais que o teto isso não irá retornar pra ela, mas precisa ser calculada a diferença entre o trabalho dela, que ela recebe de remuneração, e o que ela vai recolher por fora.

Saiba mais: https://g1.globo.com/sp/ribeirao-preto-franca/pode-perguntar/noticia/2021/06/23/pode-perguntar-devo-continuar-a-contribuir-com-o-inss-para-obter-aposentadoria-maior.ghtml

ENDEREÇO

Endereço Sede: Rua Augusto Rodrigues, 60 - Torreão, Recife - PE, Brasil - CEP.: 52.030-215

Ouvidoria: (81) 3366-2421

Atendimento presencial:

Atendimento telefônico Central de Relacionamento: (81) 3366.2418/ (81) 3366.2434 (de segunda a sexta, das 8h às 16h).

Encarregado de Proteção de Dados/DPO:
Pitter Renato Tavares da Silva
Contato: dpo@compesaprev.com.br

Atendimento Sede: segunda a sexta

CNPJ: 12.585.261/0001-08