Atendimento telefônico: (81) 3366.2418/ (81) 3366.2434 (de segunda a sexta, das 8h às 16h).
Atendimento pelo whatsapp: (81) 33662414 (de segunda a sexta, das 8h às 16h).
Correio eletrônico: centralderelacionamento@compesaprev.com.br.

Atendimento Posto Compesa Cruz Cabugá: (81) 3412-9035.
Horário de atendimento: segunda a sexta das 08h às 13h e das 14h às 16h.

Indicação de Urgência / Emergência Rede Credenciada:(81) 9.9293.0686 / (81) 9.9725.0600 (Números disponíveis de segunda à sexta, fora do horário de atendimento. Nos sábados, domingos e feriados 24 horas.).

Atendimento telefônico: (81) 3366.2418/ (81) 3366.2434 (de segunda a sexta, das 8h às 16h).
Atendimento pelo whatsapp: (81) 33662414 (de segunda a sexta, das 8h às 16h).
Correio eletrônico: centralderelacionamento@compesaprev.com.br.

Atendimento Posto Compesa Cruz Cabugá: (81) 3412-9035.
Horário de atendimento: segunda a sexta das 08h às 13h e das 14h às 16h.

Indicação de Urgência / Emergência Rede Credenciada:(81) 9.9293.0686 / (81) 9.9725.0600 (Números disponíveis de segunda à sexta, fora do horário de atendimento. Nos sábados, domingos e feriados 24 horas.).

Terror noturno: o que é e como tratar a condição?

Crianças com a condição, mais comum na infância, choram, gritam e falam enquanto dormem, mas não se lembram desses episódios na manhã seguinte.

Durante o sono, algumas crianças choram, gritam e se desesperam enquanto ainda estão dormindo. Nesses casos, esses comportamentos podem indicar uma condição conhecida como terror noturno. Apesar de assustador para os pais, a situação passa rapidamente e as crianças não se lembram do episódio no dia seguinte.

“Trata-se de uma parassonia, que é um evento de vigília (como andar, falar, gritar e chorar) que ocorre durante o sono. Geralmente, acontece de uma a duas horas após a criança adormecer. É comum surgirem choros intensos e incontroláveis, aumento dos batimentos cardíacos, sudorese e fala desconexa”, explica a dra. Leticia Azevedo Soster, neurologista infantil e médica do sono do Hospital Israelita Albert Einstein.

A especialista ressalta que o terror noturno é muito mais frequente em crianças e raramente perdura até a idade adulta. Costuma ocorrer a partir dos 9 meses e é comum que permaneça até os 12 anos de idade.

Por que acontece e como se manifesta

Na maioria das vezes, é uma situação frequente na infância porque nessa fase a regulação do sono para a vigília ainda está amadurecendo, ou seja, o cérebro ainda permanece em atividade enquanto dorme. Portanto, o terror noturno acontece em uma fase de sono chamada sono NREM, que é o sono sem movimentos rápidos dos olhos. Habitualmente, acontece durante a fase N3 do sono NREM, que é aquela fase em que a pessoa está dormindo “pesado” e que é difícil ser acordado.

Saiba mais: https://drauziovarella.uol.com.br/psiquiatria/terror-noturno-o-que-e-e-como-tratar-a-condicao/

ENDEREÇO

Endereço Sede: Rua Augusto Rodrigues, 60 - Torreão, Recife - PE, Brasil - CEP.: 52.030-215

Ouvidoria: (81) 3366-2421

Atendimento presencial:

Atendimento telefônico Central de Relacionamento: (81) 3366.2418/ (81) 3366.2434 (de segunda a sexta, das 8h às 16h).

Encarregado de Proteção de Dados/DPO:
Pitter Renato Tavares da Silva
Contato: dpo@compesaprev.com.br

Atendimento Sede: segunda a sexta

CNPJ: 12.585.261/0001-08